Você está aqui: Página Inicial

* Inscrições abertas: Processo Seletivo 2018 (Mestr., Dout.)

 

** NOVO: INSCRIÇÕES ABERTAS, PARA INGRESSO EM 2018 **

ACESSE:

Edital de Mestrado

Edital de Doutorado

TODAS AS INFORMAÇÕES ESTARÃO NO LINK 'PROCESSO SELETIVO'

 

CONCURSO PROFESSOR DOUTOR, CIÊNCIA POLÍTICA (EFETIVO, DEDICAÇÃO EXCLUSIVA):

Estão abertas, até 2 de outubro/2017, as inscrições para concurso na UFSCar, na área de Ciência Política (professor efetivo, dedicação exclusiva). Para todas as informações, e para as inscrições (que são via internet), acessar:

http://www.concursos.ufscar.br/home.php

 

SOBRE O PPGPOL

O Programa de Pós-graduação em Ciência Política (PPGPol/UFSCar) foi criado em 2007, a partir do desmembramento do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (que contemplava as subáreas de sociologia, antropologia e política). O desmembramento ocorreu em função da aceleração das necessidades e possibilidades de verticalização da pesquisa acadêmica na grande área das ciências sociais. No caso específico da UFSCar, esse movimento foi também influenciado pelo aumento do número de docentes contratados no departamento e curso de origem (Departamento de Ciências Sociais e graduação em Ciências Sociais), pela expansão do Programa REUNI. 

Este movimento de crescimento espelha algumas características centrais do curso;

 - corpo docente diversificado, composto de pesquisadores jovens (em ascensão na carreira de pesquisa) e sêniores, com trajetória consolidada;

 - aproximação com docentes externos ao DCSo e pertencentes ao quadro da UFSCar, com inserção na área da Ciência Política;

 - formação de uma rede com o grupo de cientistas políticos vinculados à Unesp/Araraquara (distante 35 km de São Carlos), com trajetória de grande experiência.

Hoje, o Programa conta com 12 docentes permanentes e 4 colaboradores, equilibradamente distribuídos entre duas linhas de pesquisa: Instituições, Organizações e Comportamento Político; e Políticas Públicas e Democracia. Com um ajuste nas linhas de pesquisa, foi possível sistematizar melhor as atividades de produção bibliográfica e orientação, e dar mais coerência aos planos de trabalho dos docentes. Em 2016 foi implantado um sistema objetivo de avaliação de desempenho dos docentes, para efeitos de credenciamento, recredenciamento e descredenciamento junto ao Programa, levando em conta produção intelectual, esforço docente e quantidade de orientações. Busca-se, assim, incentivar o desempenho individual para atingir os objetivos coletivos do programa.